02 junho 2011

E quando,

eu falava que podia acabar, e você falava que tudo isso ia mudar, que todos nossos sonhos iam se realizar, que nossas ondas iam sempre se reencontrar, fica comigo, seu ombro amigo agora to perdido dentro desse labirinto mais falo a verdade, toda a sinceridade, a nossa história vai ficar nas ruas das cidade, o meu papel não é mais de um simples sonhador, e daquele que pode se matar por amor, aquele que numa, sempre sobra no rancor eu nunca vou pensar, em dizer que acabou, impossivel pensar em uma vida sem você e quando eu acorda, olha pro lado e não te ver, só me resta chorar se isso um dia acontecer, lagrimas no travesseiro vão cair no amanhecer ..